quarta-feira, 30 de junho de 2010

A violência!

Ultimamente quando lemos as notícias ou assistimos pela tv bate até uma tristeza. É muita violência e muito gratuito.

Vou citar aqui e falar sobre dois casos que me impressionaram um pouco. O da advogada Mércia Nakashima e o da estudante Elisa Samudio.

Sobre a Mercia, os indicios do caso apontam que foi morta pelo ex namorado e mais duas pessoas, SE o ex namorado mesmo a matou ficam as perguntas: porque fazer isso e só existia ela no mundo? Poxa vida, que amor é esse que mata um outro ser humano, o seu objeto de de adoração? Que amor é esse que tira a vida de alguém e deixa as pessoas que esse alguém ama em estado de tristeza e saudade? Será que as pessoas realmente sabem o sentido da palavra amor, ou por trás desse amor existe um DESAMOR? Difícil entender exatamente o que se passa na cabeça de um ser humano que é cruel com a sua amada.

No segundo caso, o maior suspeito também é um ex namorado, ou ex rolo, que teria matado a estudante porque esta estaria pedindo reconhecimento de paternidade na justiça e logo pediria a pensão alimentícia. Se foi isso mesmo será que justificaria uma pessoa que tem toda uma carreira pela frente e uma BOA carreira, porque ele é um bom goleiro acabar com a vida de alguém e com a sua, pois se foi ele ele irá responder processo, perderá o que conquistou na carreira e aí né? Só pra não dividir dinheiro.. será que vale a pena?

Eu percebo que as pessoas andam loucas, alucinadas, tudo é um bom motivo para brigar, para matar, para ter ódio para ter rancor.
O mundo está mais violento, mais intolerante, mais triste. Nós deveríamos nos distinguir dos animais justamente por não seguirmos os nossos instintos tão fortemente. Mas pelo visto não existe distinção.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O não sentido do sentido.

Às vezes eu acredito que exista uma linha bem tênue entre as coisas boas e as ruins.
Um gesto, uma palavra, um modo de expressão pode estragar toda a coisa boa e te deixar só com o ruim mas aí você percebe que a pessoa que fez o ato ainda se acha no direito de achar que você está pedindo muito quando pede uma mera gentileza.

Eu não gosto de hipocrisia e gente hipócrita e às vezes aquelas pessas nas quais mais confiamos são hipócritas, pois fala um monte de coisas pras pessoas fora e com a gente age de outra maneira que não tem nada a ver.

Esse papo de trabalhar de mais me cansa, de "buscar um futuro" melhor me cansa, sinceramente! Que futuro melhor a pessoa vai buscar se ela não consegue administrar nem o seu próprio presente? Como essa pessoa pensa tanto na "família" se o tempo que despreende pra esta é pífio? Eu não consigo entender essas contradições humanas.

É lógico que todo mundo tem que trabalhar sim, dinheiro não vem do céu e não nasce em árvore, mas dinheiro, trabalho, bens, são terceiros planos. Antes disso a pessoa deve (na minha opinião) ser grato a Deus pelas conquistas efetuadas e também ter amor e carinho pela família conquistada... se não essa pessoa terá um excelente emprego, com uma excelente promoção mas não terá ninguém em casa esperando para comemorar junto.

Eu na verdade to um pouco cansada de me virar em mil pessoas para que tudo saia perfeito. Estou desmotivada. A única coisa que ainda me motiva é minha volta para o centro e meu filho que me faz rir até quando eu quero gritar.

Hoje eu precisava disso, desabafar!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Frio Futebol Clube.

Eu imagino que quando vamos reencarnar podemos escolher algumas características nossas, eu tenho certeza que eu escolhi gostar do frio.
Apesar de às vezes esse frio nos deixar congelando eu gosto mais, as pessoas ficam mais bonita, mais elegantes, ninguém fica na neura louca de emagrecimento instanteneo, e essas coisas.

Eu confesso que a estação do ano mais inspiradora pra mim é a primavera. Mas o inverno me conquista de tal maneira...

É tão bom nesses dias frios deitar na cama com meus amores, todo mundo coberto, ver tv ou algum filme e tomar um choco quente.... No calor é diferente.. ngm quer ficar perto de ninguém, vc não quer ficar dentro de casa por que parece que ela vai derreter com você dentro, e o meu humor e disposição ficam completamente alterados.

Ahhhh o Inverno.... benvindo e obrigada!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

O que fazer?

Bom, eu larguei direito indo pro quarto ano... aí sempre quero retomar meus estudos universitários, não direito, eu peguei PAVOR, mas acho que outra área... to pesquisando algumas coisas, cheguei até a cogitar um EAD, mas fui aconselhada a não pois é muito mal visto no mercado, enfim, vem a dúvida... o que fazer?

Espero mais um/dois anos e vou estudar, ou começo um EAD agora mesmo????

domingo, 20 de junho de 2010

A vida de mãe!

Quando eu engravidei nós não havíamos planejado nada, foi no susto!
Claro que no começo sempre ficamos um pouco asssutadas, pois não sabemos o que tem por vir. Se serão noites em claro, se teremos depois um tempo para nós, se nós teremos tempo para nossos maridos, se nosso filho vai os aceitar como sua mãe, enfim...

O meu medo, eu confesso não durou muito, foi só a primeira semana. Depois eu já imaginava a minha vida ao lado do meu pequeno príncipe.

Durante os nove meses de gravidez eu fui a mulher mais feliz do mundo (até aquele momento) e tive uma gravidez abençoada, sem enjoos, sem dores, sem infecções urinárias, sem problemas relativos a gravidez, enfim...

Depois do nascimento eu tive um grande problema:EU NÃO TINHA LEITE, e junto com esse problema me vinham medos absurdos, já me imaginava passando dias e meses no hospital com meu debilitado bebê que não tinha leite materno. Mas Deus foi bom conosco, e o que não me deu em leite deu ao Henrique em saúde. No nosso caso o leite materno fez mais falta pra mim do que pra ele.

Ter gerado uma vida é um sentimento imenso, é um prazer constante, é também uma preocupação sem fim, e também momentos de irritação e impaciência.

Ter um filho é sim abrir mão de você e das suas prioridades e se voltar a um novo mundo, a tirar o foco de você e viver por vocês.

Tem dias que você se descabela e quer se jogar do 16° andar sem nem pensar, mas tem dias que você é acordada com a voz mais doce do mundo dizendo "bom dia mamãe, me dá um beijo?". Ter filhos é sempre uma doce jornada...

Junto com o filho nasce uma mãe, alguém que conhece todos os gemidinhos, os chorinhos, as manhãs de seu filho, parece que ele e você já estiveram juntos desde o seu nascimento tamanha é a sintonia.

A minha vida hoje é completa, tenho um amor puro e completo pra mim e dou esse amor também o que me faz feliz.

Meu filho é um grudezinho, um chicletinho, e um levadinho... ele consegue me levar de um momento de fúria (com ele mesmo) a um de felidade por apenas um beijinho.

A única coisa na minha vida que eu tenho certeza é que eu nasci para ser mãe.

sábado, 19 de junho de 2010

A simplicidade da vida!

A vida é simples.
Você acorda cedo, abre os olhos, se levanta e à partir de então cada pessoa tem a sua mania. Bom, eu acordo, normalmente vou no banheiro fazer meu xixi matinal, dps cuido do meu filho, me arrumo, escovo os dentes, e saimos. Daí meu dia começa, alguns dias começam com trânsito outros sem trânsito.

Daí meus amigos, é que tomamos uma decisão. Como será o meu dia? Vou complicar tudo ou vou ficar tranquila e resolver as coisas referentes ao meu dia? Eu posso enxergar no excesso de trabalho uma dificuldade, ou então perceber que muito do que se acumula também é culpa minha afinal se eu tivesse me organizado antes tudo estaria em ordem.

A vida te dá todas as ferramentas simples para você seguir, porém, às vezes, nós gostamos de dificultar, seja numa reclamação ou seja lá como for.

Esses dias mesmo eu estava pensando, "eu tanto tanto a agredecer, tão pouco a pedir, e mesmo assim às vezes me sinto "infeliz", acho que não sou tão justa", Deus me abençoou com saúde, com meu lar, com meu filho, com minha família, com um certo conforto e mesmo assim às vezes eu reclamo. É claro que para Deus me ajudar eu preciso também me ajudar, acordar cedo, trabalhar, cuidar bem de mim, do meu filho, do meu marido, e das pessoas que eu amo.

Certamente a vida vai nos ajudando a ter uma visão melhor, mais bonita e mais agredecida da vida num todo.

Eu sou muito grata a tudo que conquistamos até hoje, e continuarei firme na batalha para conquistar ainda mais, não apenas coisas materiais, mas também conhecimento, paz de espírito e harmonia com os meus. E você já fez um agradecimento hoje?

sexta-feira, 18 de junho de 2010

"A taça do Mundo é nossa, com brasileiro não há quem possa... "

Sim, amigos do meu blog, começamos mais uma copa do mundo e... nada muda. Estamos num ano eleitoral importante e só temos uma coisa nas nossas cabeças, o Mundial de Futebol. Acho válido porque eu adoro futebol, mas será que isso é tudo?

Vejo todo mundo mobilizado e feliz, os jogos do Brasil matam o dia de trabalho e lá vamos nós torcer para ganharmos (ou não) esse mundial e depois disso tudo continuará igual, nós não vamos ganhar nada com isso.

Não, eu não sou rabugenta. Eu amo futebol, mas eu vejo que nós brasileiros nos mobilizamos só por algumas coisas. Fiquei feliz pelo projeto ficha limpa ter sido aprovado afinal de contas, foi uma iniciativa popular que muitos políticos torceram seus narizes para a lei e deu certo.

Acho que assim é que vamos mudar mesmo o nosso país, vocês já pararam para pensar na potência que nós somos para o mundo? Temos lugares lindos para serem visitados, podemos produzir petróleo e alcóol combustivel, podemos produzir nossa própria alimentação e nossas necessidades básicas, então me pergunto desde sempre: POR QUE NÃO SOMOS UM PÁIS DE PRIMEIRO MUNDO TOTALMENTE INDEPENDENTE?

Acho que os interesses políticos aqui são mais fortes e esses interesses só favorecem seus próprios bolsos, por isso falta dinheiro para investir nas reais necessidades desse nosso Brasil.

Eu quero acreditar e acredito, que nós estamos aqui em busca de um Brasil melhor, demonstrando isso nas urnas, na hora de votar, na hora de fazer uma pesquisa detalhada sobre os políticos. Vamos ver os seus passados, porque o hoje é muito lindo, perfeito e cheiroso. Vamos vasculhar o passado de cada candidato seja ele governardor ou presidente, vamos dar à nossa pátria alguém que a ame e que queira cuidar dela como se fosse sua própria vida. Alguém que vá pegar esses bilhões arrecadados em impostos só nesse primeiro semestre de ano e transformar isso em benfeitorias para a população!!

Brasil, eu te amo!

Welcome!

Benvindos, para vocês e para mim, que volto hoje a escrever.
Tenho saudades de falar sobre as minhas impressões sobre o mundo. Como toda mulher sou palpiteira. Adoro falar sobre tudo, política, música, filho, carros, futebol, relacionamentos.

Sou uma pessoa feliz, realizada e amo internet.

Meu marido e meu filho são as pessoas mais lindas e maravilhosas do mundo, me fazem ser muito feliz.

É apenas uma breve apresentação voltarei com novos posts.